aprenda com

Jandira Rodrigues Gomes

80
 anos
RJ, Jardim Paraíso

“Só não faço chover porque ainda não me deram um avião”

Com 5 anos de vida, Dona Jandira aprendeu a fazer a primeira peça de crochê, só de olhar a vizinha. Foi um sapato de tricô para o irmão. No interior de Natal, a mãe adotiva não incentivava, mas ela não se importava: mexia nas linhas, panos e agulhas escondida. Quando não dava, improvisava. Tricô com palitos e folhas de coqueiro e crochê com pau de goiabeira e corda.

Aos 37 anos, veio com os 6 filhos sozinha para o Rio de Janeiro. Trabalhou como faxineira, diarista e até varreu o Maracanã. Um dia, foi acompanhar a colega que queria fazer um curso de enfermagem na Cruz Vermelha. A amiga não apareceu e Jandira acabou ficando na fila pra não perder o dia. Resultado: se formou em enfermagem. Em meio às dificuldades, o bordado, o tricô e o crochê sempre estiveram em sua vida, mas ela nunca teve a pretensão de vender suas peças. Para ela, o tempo dos bordados é um tempo de reflexão.

Sonhadora e vaidosa, ela não vai à praia pra não ter mais rugas. Mas confessou que ainda tem vontade de aprender a nadar e a andar de bicicleta. De mente aberta sempre a novas experiências, Dona Jandira não sabe ficar com as mãos paradas e tem pressa. Alguma dúvida que ela faça chover?

Aprenda com 

Jandira Rodrigues Gomes

Artesanato
Costura
Crochê
Culinária
Bordado
Jardinagem
Tricô
Ponto Cruz
Pintura
Patchwork
Reciclagem
Bijuterias
Todos os campos são obrigatórios.

Cadastro enviado com sucesso!

Nossa equipe irá analisar o seu perfil e, em breve, ele estará no nosso site.

Voltar para a home
  Ocorreu um erro ao enviar o formulário. Confira os campos e tente novamente.
narrativa + circuito eletrônico + estampa + carimbo + costura +  fabricação digital + design + marcenaria + bordado + conteúdos digitais + memórias + afetos 💜
Conheça o 60+